São Caetano do Sul realiza conferência internacional sobre a “cidade do amanhã”

A última semana de março será um convite a pensar em como serão as cidades no futuro, a partir de iniciativas exitosas que já estão sendo desenvolvidas no Brasil e pelo mundo. Entre os dias 28 e 31 desse mês a cidade de São Caetano do Sul, localizada no ABC Paulista, realizará o evento Cidade 4.0, quando receberá conferencistas de 5 países, que apresentarão experiências ibero-americanas inovadoras, relacionadas com as transformações no modo de vida decorrentes da chamada 4ª Revolução Industrial.

Segundo Marcos Sidnei Bassi, Reitor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, instituição que realiza o evento em suas dependências, “ esse atual momento em que vivemos nos obriga a refletir sobre o futuro do trabalho, a mobilidade urbana, a segurança, o tráfego de dados das pessoas e instituições e as formas de diálogo e participação social. Passamos por uma redefinição do conceito de vida em uma sociedade interconectada”

O evento será aberto com a conferência realizada pelo Professor da Universidade da Cantabria, Jorge Gutiérrez Bayo, que apresentará a experiência da cidade de Santander, Espanha, no desenvolvimento de seu modelo de cidade inteligente, uma das principais referências européias sobre o tema. Com cerca de 175 mil habitantes, possui uma rede de 12 mil sensores espalhados pelas ruas, que coletam informações sobre a poluição do ar, lixo, regulam a iluminação pública, monitoram trânsito, obras, acidentes, vagas livres de estacionamento, entre outras atividades locais. Os dados são organizados, atualizados e disponibilizados on line.

A seguinte experiência é o Projeto Sharing Cities, da União Europeia, um consórcio liderado pelas cidades de Lisboa, Londres e Milão, onde participam mais outras 100 cidades, que busca a construção de um modelo europeu de cidade inteligente, baseado no compartilhamento e desenvolvimento de iniciativas conjuntas entre essas localidades. O responsável pela apresentação será o português Rui Franco, Coordenador do projeto em Lisboa.

O desenvolvimento tecnológico local será o tema do 3º dia de evento, quando serão apresentadas 2 iniciativas de referência nesse tema na América Latina. A primeira delas é a Ruta N, localizada em Medellin, Colômbia. A cidade, que em 2013 foi escolhida como a mais inovadora do mundo pela ONG Instituto Urban Land; é responsável pela criação desse ambiente, que funciona como um centro de inovação e negócios, formação de talento humano, acesso a capital e compartilhamento de infraestrutura entre os empreendimentos apoiados.

Do Nordeste brasileiro vem o Porto Digital, localizado na capital de Pernambuco, Recife. As empresas que fazem parte do Porto Digital, faturaram nos últimos três anos mais de R$ 1 bilhão, sendo 65% desse total originados de contratos vindos de fora do Estado de Pernambuco. O parque tecnológico reúne mais de 7.100 profissionais, 250 empreendimentos dos setores de TIC´s e de Economia Criativa, incubadoras de empresas, aceleradoras de negócios, institutos de pesquisa, representações governamentais e 1 instituição de ensino superior, o C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, considerado por duas vezes a melhor em Ciência e Tecnologia do país pela Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (FINEP).

As duas instituições serão representadas pelos seus diretores executivos Alejandro Franco e Leonardo Guimarães, respectivamente da Ruta N e Porto Digital.

No último dia o debate será sobre as formas de diálogo entre a sociedade local e o poder público, que contará com a presença do mexicano Isaac Serrano, membro da equipe do Laboratório para a Cidade, que ocorre na capital do país, Cidade do México.

O Laboratório para a Cidade do México é um espaço de facilitação do diálogo e interação entre a cidadania e o governo local, destinado a pensá-la em conjunto, gerando um banco de ideias e soluções adotadas na construção de propostas de geração de avanços para o local através das atividades desenvolvidas, promovendo o capital criativo e inovador das pessoas, se transformando em um veículo de materialização de iniciativas entre governo, sociedade civil e iniciativa privada.

Nesse dia também será realizado o Fórum Caminhos para São Caetano do Sul – Cidade Inteligente, aberto à sociedade local, quando o tema será debatido entre as pessoas e instituições localizadas na cidade e interessadas no debate e desenvolvimento de iniciativas com esse perfil.

Além das conferências e do fórum, a Universidade também realizará um encontro de pesquisadores, com a apresentação de trabalhos acadêmicos, e o Seminário Universidade, Cultura e Sociedade: Cidades criativas, territórios inteligentes, destinado à sua comunidade acadêmica prioritariamente.

O canal de informações sobre o evento e inscrições é a página www.cidadedoamanha.com.br. Todas as atividades serão realizadas na USCS Campus Barcelona, localizado na Avenida Goiás, 3.400.

A promoção do evento é da Prefeitura de São Caetano do Sul, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho (SEDERT); a organização da Associação de Universidades da América Latina e Caribe para a Integração (AUALCPI) e da Opção Brasil; e recebem o apoio, entre outras instituições, da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC.